sábado, 16 de janeiro de 2010

Antro de perdição

Não é à toa que voltei de Minas em forma, em forma de botijão de gás!
Espia o lugar pitoresco em que estive, em Ubá



Agora espia o que foi que comi


Pra começar, o prato petisco principal da casa; torresmo é claro. Hummmm estava bem carnudo e tinha uma camada de torresmo pururuca.



Agora pastel de angú, este não conhecia e tive que comer, afinal chegou à mesa quentinho e com recheios variados e como estava tudo misturado, comi  até experimentar de todos os recheios; queijo, carne e bacalhau, eu acho (ficou a dúvida!)





Acha que ficou só nisso? Não, pois ainda teve uma batata frita escandalosa.Como se não bastasse as calorias da batata, a mesma vinha com queijo e bacon

E para finalizar, ainda teve uma mandioca frita, mas como meus dedos já estavam muito engordurados, não peguei a câmera fotográfica. Além disso, as imagens anteriores já foram bastante cruéis, imagino que vocês ficaram salivando com essas gostosuras.

Nesse dia, cometi o pecado da gula, agora nem com reza me livro das consequências; quilinhos extras e gordurinha localizada no abdômen.





















Um comentário:

Amehlia Digital ! ® disse...

Uai fia...cê cumeu poquin dimais...num achei q trataram cê bem não...=)
Todo mineiro acha q outra pessoa passa fome...isso é de nascença..rs
Essa batatinha é predileta, só tiro o 'beiquin' pq num como carninha, né?! Mas sempre faço aqui em casa...os ouuutros gostam do bacon ;)
Bejim, tá?!